Como Proust pode mudar sua vida, Alain de Botton

| |

Como Proust pode mudar sua vida

Ficha técnica do livro Como Proust pode mudar sua vida

Título: Como Proust pode mudar sua vida

Autor: Alain de Botton

Tradutora: Augusto Pacheco Calil

Editora: Rocco

Ano: 1999 – 1ª edição (1 janeiro 1999)

Gênero: Literatura e Ficção

Páginas: 196



Resenha do livro Como Proust pode mudar sua vida

É bem verdade que “Como Proust pode mudar sua vida”, do filósofo Alain de Botton, tem título de livro de autoajuda. E não vou negar que tenha também um quê de autoajuda. Mas não, o conceituado filósofo não chegaria a este ponto. O que ele faz neste livro é colocar um autor  inacessível para muitos leitores no papel protagonista. A vida e a obra de Proust servem de exemplo para diversos quesitos da existência humana: amor, felicidade, ciúmes, etc. Cada capítulo trata de uma dessas questões ou sentimentos, discutidos a partir da vida do escritor francês ou da de seus célebres personagens.

A própria editora Intrínseca, responsável pela publicação de “Como Proust pode mudar sua vida” no Brasil, afirma que o livro contém uma série de “sábios conselhos para a vida cotidiana que se encerra na biografia, na correspondência e na obra de Marcel Proust“. No entanto, nem Proust nem seus personagens servem modelos ideais. O escritor era doente e se recusava a tratar suas enfermidades; era, também, dependente de sua mãe; dizem, ainda, que não era de fácil convivência. Os personagens de “Em Busca do Tempo Perdido” também estão longe de serem heróis.

Então, como Proust pode mudar a nossa vida? Para Alain de Bottom, são as infelicidades do autor francês que devem nos inspirar. Ao estudar um pouco a vida e a obra de Proust (ou mesmo durante a leitura de “Como Proust…”), é possível perceber que o escritor passou tanto tempo pensando sobre a vida ou preso a algo (como suas doenças imaginárias e seus relacionamentos que não saíam da fase do planejamento) que, no final, esqueceu de vivê-la. E “Em Busca do Tempo Perdido”, na medida que o protagonista relembra fatos e pessoas de sua existência e narra a sua história, também traz à discussão de que a vida é o que se vive neste exato momento.

O que Alain de Bottom faz em seu livro, de forma bastante estudiosa e observadora, é reunir diversos fatos da vida do escritor e de sua obra, além de depoimentos de amigos e admiradores, para discutir questões inerentes a todos nós, em algum momento de nossas vidas. A linguagem é bastante simples e acessível, mesmo para quem nunca leu uma página sequer da obra proustiana. O que está em voga em “Como Proust pode mudar sua vida” não é o autor e sua contribuição para a literatura, mas sim o que dela podemos tirar.

De modo geral, o exercício realizado e apresentado por Alain de Botton é aquele que muitos de nós, leitores, fazemos (não sei se de modo correto – ou mesmo se isso é correto): como uma leitura pode mudar nossa vida? Talvez busquemos nas artes – na literatura, mais especificamente – respostas para nossos dilemas. A literatura, no entanto, nunca irá apresentar uma fórmula mágica para que alguém supere um coração partido. Isso sim é autoajuda. Se, de fato, queremos respostas, devemos descobrir nossas próprias verdades. E este é o grande conselho de Alain de Botton. O próprio papel da leitura, aliás, é um dos temas discutidos pelo filósofo, trazendo o conflito proposto por Proust: até onde podemos levar a literatura a sério e em importante papel em nossa vida? Fica a reflexão.

Boas leituras!

Adquirindo seu exemplar por este link, você ajuda o Chovendo Livros a crescer!


Anterior

Na Escuridão, Amanhã, de Rogério Pereira

Divergente, de Veronica Roth

Próximo